Polícia

Polícia identifica motociclista morto em colisão no Jardim Tijuca

Vítima trabalhava como pedreiro e morava próximo ao local do acidente

Midiamax Publicado em 06/01/2015, às 20h47

None
img-20150106-wa0109.jpg

Vítima trabalhava como pedreiro e morava próximo ao local do acidente

 A Polícia Civil identificou o motociclista que morreu ao colidir com um carro na tarde desta terça-feira (6), por volta das 16h15, no cruzamento entre a Avenida Condé de Boa Vista e a Rua Rio da Prata, no Jardim Tijuca na Capital. A vítima Alcione Clodoaldo Nunes, de 37 anos, pilotava uma moto Honda Titan CG com placas HSS 1894, de Campo Grande. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

De acordo com as informações, o motociclista trabalhava como pedreiro e morava próximo ao local do acidente. Ele havia falado há poucos minutos com a esposa e seguia para a casa da sogra.

O comerciante Jonas Fernandes, de 43 anos, disse que viu quando o veículo Renault Logan, com placa NPF 3900 de Campo Grande, passou e que logo depois ouviu o barulho da colisão. “Estava em frente de casa, vi que o carro passou e logo depois ouvi um barulho muito forte. Do jeito que ele caiu, ficou. Peguei no pulso e ainda tinha pulsação”, relatou.

Segundo o cabo Paulo Ribovsci, do Corpo de Bombeiros, a vítima sofreu vários ferimentos pelo corpo. “Ele estava com fraturas nas pernas e lesões no tórax. É muito provável que ele tenha sofrido traumatismo craniano”, declarou.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e constatou a morte. A Perícia da Polícia Civil foi acionada e a Avenida Condé de Boa Vista teve que ser interditada. A delegada adjunta da 6ª Delegacia de Polícia Civil, Cristiane Grossi, também está no local.

Familiares foram comunicados e fizeram o reconhecimento do corpo que deve ser encaminhado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). O condutor do carro permanece no local e deve ser ouvido pela polícia.

Jornal Midiamax