Polícia Civil identifica motorista que atropelou e matou ciclista em Três Lagoas

Investigação teve apoio do SIG
| 21/07/2015
- 21:44
Polícia Civil identifica motorista que atropelou e matou ciclista em Três Lagoas

Investigação teve apoio do SIG

Após a divulgação de que o envolvido no fatal que vitimou Eleud Pessoa, de 51 anos, estava em uma caminhonete Mitsubishi Triton, o SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Três Lagoas recebeu uma denúncia que levou até o autor do acidente. O crime aconteceu na noite do dia 11, naquele município, que é localizado a 338 quilômetros a leste de Campo Grande.

Uma pessoa relatou que havia um vizinho com o mesmo tipo de veículo, porém desde o acidente, a caminhonete não foi mais vista, explicou o delegado Thiago Passos. As informações foram levadas ao SIG para dar início as investigações. O suspeito foi identificado como Thiago Henrique de Mello Bastos, de 25 anos.

“Thiago Henrique ao ser interrogado, confessou a autoria do acidente. Ele disse que estava conduzindo a caminhonete e num breve momento em que mexia no aparelho de som do carro, se distraiu e não percebeu a aproximação da ciclista, acontecendo então a fatalidade”, explicou o delegado daquela unidade para a equipe do Perfil News.

Sobre não ter prestado socorro à vítima, o condutor alegou que ficou bastante assustado com a gravidade do impacto e, sem pensar em nada, fugiu do local. A caminhonete teria ficado numa propriedade rural localizada na região do Distrito de Garcias, pertencente à família do envolvido. Devido ao acidente, o capô ficou danificado, além da moldura e da lente do farol de milha, que ficou no local do crime.

O veículo está retido no pátio da delegacia para exame pericial e o autor será indiciado por homicídio culposo na direção veicular, quando não há intenção de matar, e omissão de socorro. O autor tem passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo.

O delegado Thiago Passos ressaltou que a principal peça para a conclusão desse caso, foi a denúncia anônima. “Foi graças a esta pessoa que nós conseguimos chegar até ao autor e elucidar este crime. Nós pedimos à população que sempre que souber ou desconfiar de algum tipo de crime, façam denúncias, mesmo porque ninguém será identificado”, finalizou o delegado.

Veja também

Governo atualiza lista e coloca 2 'representantes' de MS entre os mais procurados

Últimas notícias