Polícia

PMA autua fazendeiro paulista em R$ 23 mil por desmatamento e obstrução de córrego

Dez hectares foram derrubados

Midiamax Publicado em 11/08/2015, às 23h45

None
unnamed.jpg

Dez hectares foram derrubados

A PMA (Policia Militar Ambiental) de Miranda autuaram um proprietário rural por desmatamento e degradação de córrego na manhã desta terça-feira (22). Os policiais mediram a área desmatada na fazenda, localizada a 20 km da cidade, com GPS e aferiram 10 hectares derrubados. O desmatamento era executado com máquinas do tipo pá-carregadeira.

Na propriedade, na área do desmatamento também foi encontrado um córrego intermitente, em que foi feita sua obstrução, utilizando-se dos produtos do desmatamento, (restos): tocos, galhos, os quais eram depositados no interior do córrego, aterrando-o.

As máquinas foram apreendidas e as atividades foram interditadas. O proprietário da fazenda, de 40 anos, que tem domicílio em Presidente Prudente (SP) foi multado em R$ 23.000,00. O gerente foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Miranda para prestar esclarecimentos.

O proprietário da fazenda responderá por crimes ambientais, com penas de até quatro anos de detenção. O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada (PRADE), junto ao órgão ambiental.

Jornal Midiamax