Polícia

Operação contra a prostituição flagra garota de 16 anos em boate da Capital

24 boates foram vistoriadas durante a operação

Midiamax Publicado em 22/06/2015, às 21h05

None
rn-apos-adolescente-ser-encontrada-em-boate-juiz-aponta-existencia-de-rede-de-aliciamento.jpg

24 boates foram vistoriadas durante a operação

A Polícia Civil, por meio do DPE (Departamento de Polícia Especializada), realizou na última sexta-feira (19) a Operação Bataclan, com o objetivo de fiscalizar e inibir a presença de adolescentes nas boates de Campo Grande. Durante a ação, uma adolescente foi apreendida dormindo em um bar no Jardim Aero Rancho.

Na operação 24 boates, que são locais frequentados por garotas de programa, foram vistoriadas, 263 pessoas e 33 veículos abordados, 280 gramas de cocaína e 5,9 gramas de maconha apreendidas com clientes dos estabelecimentos.

De acordo com o delegado Maércio Alves Barboza, da Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social), que coordenou a operação, a jovem de 16 anos foi encontrada dormindo na parte de cima da boate. O proprietário alegou que a menina era ex-funcionária dele e que trabalhava como babá dos seus filhos, ainda assim o caso foi registrado como favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual de vulnerável e será investigado.

Além disso, um homem foi preso na Vila Aimore por porte de drogas para consumo pessoal ao ser flagrando com maconha. O suspeito também estava com mandado de prisão em aberto. Em outra apreensão foi recuperada uma motocicleta Honda CG 125, placa HQO-9507, furtada no dia 15 de junho. O veículo estava com dois adolescentes, um deles autor do crime.

A operação contou com quatro delegados e 36 policiais civis. Participaram Deops, Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista), Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos ), DEH (Delegacia Especializada de Homicídios), Polinter, Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente)  e Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude). 

Jornal Midiamax