Polícia

Operação Bumerangue, da PF, combate quadrilha de sonegadores em MS

Irregularidades envolvem empresas que comercalizam produtos cirúrgicos

Arlindo Florentino Publicado em 25/02/2015, às 14h13

None
bumerangue_-_moreto.jpg

Irregularidades envolvem empresas que comercalizam produtos cirúrgicos

A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal e o Ministério Público Federal, deflagrou nas primeiras horas desta quarta-feira (25) a Operação Bumerangue*, com o objetivo de combater organização criminosa suspeita de fraudar o Fisco Federal. Foram cumpridos 12 mandados de prisão temporárias, 35 mandados de busca e apreensão e 39 conduções para averiguação nas cidades de Dourados, Ponta Porã e Campo Grande em Mato Grosso do Sul e ainda no Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Levantamento inicial aponta para mais de R$ 250 milhões em transações comerciais realizadas pelo grupo investigado.

No Paraná, a operação aconteceu nas cidades de Cascavel, Chopinzinho, Londrina e Ibiporã; em Santa Catarina:Garuva e em São Paulo além da Capital a polícia atuou em Bauru, Rio Preto, São José do Rio Preto, Votuporanga, Limeira, Catanduva e Mogi das Cruzes.. Participam das ações 60 servidores da Receita Federal e cerca de 210 policiais federais.

Com o início das investigações, foi identificado esquema de fornecimento, em cidades sul-mato-grossenses próximas à fronteira, de produtos siderúrgicos de origem nacional exportados. As mercadorias saiam do país e depois retornavam de forma descaminhadas, não havendo o regular recolhimento dos tributos devidos. As notas fiscais eram canceladas, constatando-se que, na grande maioria dos casos, o grupo investigado utilizava-se da denominada exportação fictícia ou simulada.

Com a deflagração da operação, os órgãos envolvidos apuram os indícios de prática de crimes como formação de quadrilha, falsidade ideológica, descaminho, corrupção ativa e passiva e evasão de divisas, dentre outros.

As informações estão concentradas na Superintendência da Polícia Federal de Dourados, e ainda nesta quarta-feira deverá ser apresentando um balanço da operação.

Jornal Midiamax