Polícia

Mulher foge e denuncia que ficava presa e era obrigada a manter relações sexuais

Companheiro 29 anos mais novo ainda tentou matá-la

Thatiana Melo Publicado em 27/09/2015, às 18h20

None
violencia-contra-a-mulher.jpg

Companheiro 29 anos mais novo ainda tentou matá-la

Uma mulher, de 48 anos, era mantida em cárcere privado e ameaçada de morte pelo companheiro, de 19 anos, que não aceitava a separação, na cidade de Mundo Novo, a 473 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima era mantida presa durante o período noturno pelo companheiro depois de ter pedido a separação. A mulher relatou que era obrigada a manter relações sexuais com o companheiro que a ameaçava de morte se pedisse ajuda.

Aos policiais a vítima disse que o companheiro a trancava em casa e levava o celular deixando-a sem comunicação. Ainda segundo relatos, na noite deste sábado o autor tentou sufocá-la com um travesseiro, e só parou quando a vítima afirmou que não iria mais embora.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o autor só deixou a mulher livre quando ela disse que não iria mais embora, momento em que fugiu e pediu ajuda. A polícia foi até a residência do casal, quando o autor tentou fugir, mas foi preso pelos policiais e encaminhado para a delegacia.

Jornal Midiamax