Polícia

Motorista que derrubou muro com carro havia rendido família em assalto

Ele cometeu o roubo com outros dois comparsas

Renata Portela Publicado em 14/10/2015, às 11h41

None
unnamed_1.jpg

Ele cometeu o roubo com outros dois comparsas

Felipe Matheus Martins Maciel, de 20 anos, preso em flagrante na noite de terça-feira (13), é um dos responsáveis por fazer uma família refém durante roubo no Bairro Pioneiros na segunda-feira (12). Ele estava acompanhado de outras duas pessoas durante o crime e foi preso no dia seguinte, quando sofreu acidente com o carro roubado das vítimas.

Segundo informações do boletim de ocorrência, registrado na Depac (Delgacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, na noite de segunda-feira a família foi feita refém no Bairro Pioneiros, por três assaltantes. Segundo relato das vítimas, dois suspeitos estavam armados e ameaçaram a mulher, criança e o homem, de 54 anos.

Após render as vítimas e fazer ameaças, os bandidos fugiram levando o carro, um Meriva branco, placas de Campo Grande (MS). O veículo foi visto no mesmo dia, na região do Los Angeles e os policiais iniciaram buscas pelo carro roubado. Já na noite do dia seguinte, por volta das 18 horas, os militares localizaram o Meriva e fizeram abordagem, mas o motorista, Felipe Matheus, desobedeceu a ordem e iniciou fuga.

O rapaz ainda jogou um revólver calibre 38 para fora do veículo, mas a arma foi apreendida. Durante a fuga, o motorista perdeu o controle da direção na Rua Cassim Contar, capotou o Meriva e colidiu no muro de uma casa, derrubando parte da estrutura. Felipe recebeu atendimento médico e depois foi encaminhado para a Depac.

Segundo o delegado plantonista, Camilo Kettenhuber Cavalheiro, Felipe afirma que não teve participação no roubo e só levaria o carro roubado para o Paraguai, mas a vítima reconheceu o rapaz como um dos autores do assalto. Ainda de acordo com o suspeito, ele receberia R$ 1,5 mil pelo transporte do veículo, que pegou no Los Angeles e deixaria estacionado na frente de um residencial até a meia-noite, quando voltaria para então levar o carro ao país vizinho.

O delegado Camilo fez o pedido de prisão preventiva de Felipe, que responderá por roubo majorado pelo emprego de arma, associação criminosa armada, desobediência, falta de permissão ou habilitação para dirigir, porte ilegal de arma de fogo e roubo majorado pelo concurso de pessoas. O jovem já tinha passagens desde 2013, por tráfico, receptação, roubo e porte de arma.

Jornal Midiamax