Polícia

Morador é preso após atirar e matar cadela que teria invadido o quintal da casa

Ele usou uma espingarda de pressão

Renata Portela Publicado em 29/09/2015, às 11h27

None
decat2.jpg

Ele usou uma espingarda de pressão

Na tarde de segunda-feira (28), por volta das 16h30, Rogério Barbosa Aquino, de 32 anos, foi preso por maus-tratos aos animais. Ele foi detido em casa por policiais da Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), na Rua dos Tupinambás, no Jardim Imá, região oeste da Capital.

A equipe da Polícia Civil foi acionada para ir até o local, onde Rogério havia matado o animal com disparos da espingarda de pressão. Ele contou aos policiais que a cadela SDR (Sem Raça Definida) entrou no quintal da casa e, para espantá-la, efetuou os tiros, sem intenção de matar. No entanto, o suspeito afirma que um chumbinho atingiu a cabeça do animal.

Rogério foi preso e a arma apreendida. Ele foi liberado após assinar um Termo de Compromisso de Comparecimento ao Juizado Especial Criminal e responderá pelo crime de maus-tratos. A pena varia de 3 meses a 1 ano de detenção, além de pagamento de multa.

Jornal Midiamax