Polícia

Ladrão vai comemorar assaltos em bar e morre em troca de tiros com a PM

Com os bandidos foram encontrados dinheiro e armas; dois foram presos

Midiamax Publicado em 02/04/2015, às 11h10

None
img-20150402-wa0001.jpg

Com os bandidos foram encontrados dinheiro e armas; dois foram presos

Auro Teófilo de Alencar, de 20 anos, morreu na noite desta quarta-feira (1º) durante troca de tiros com integrantes do Batalhão de Choque da Polícia Militar. Ele havia participado de roubos a dois mercados, no Jardim Universitário e Bairro Itamaracá, em Campo Grande, com outros dois comparsas e estava comemorando em um bar quando foi abordado.

Segundo o delegado Hoffman Dávila, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento comunitário) da Vila Piratininga, um dos assaltos ocorreu por volta das 17 horas e o outro às 18h30. Testemunhas disseram à polícia que os suspeitos estavam em um Fiat Uno – o carro foi encontrado pouco depois durante diligências da Polícia Militar na Vila Moreninha IV.

Ainda conforme relato do delegado, os policiais encontraram o veículo em frente de um bar, onde viram os dois suspeitos. Na abordagem, Alencar conseguiu arrancar com o carro, dando início à perseguição. Durante a fuga, o suspeito entrou na Rua Oriomar Fernandes, onde desceu do veículo e começou a atirar contra os policiais.

A polícia revidou e o assaltante foi atingido com dois tiros no tórax. Alencar foi socorrido e encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário, não resistiu e morreu por volta das 20h40. Com ele, foi encontrado um revólver de calibre 38, com três balas deflagradas e outras três intactas.

O comparsa, identificado como Thiago Jeferson Livaldo, de 29 anos, que também estava no bar onde o veículo foi encontrado, revelou à polícia que tinha uma espingarda escondida na casa onde morava e um revólver calibre 32 na residência de outro suspeito, Adriano Martins Pinheiro de 27 anos, ambas na Vila Moreninha IV. Os dois foram identificados pelas vítimas, como autores dos roubos e presos.

Segundo o delegado, os suspeitos também teriam participado de outro crime no último sábado (28) em Ponta Porã, 346 quilômetros de Campo Grande. Na ocasião, ele roubaram um Fiat Punto e abandonaram no local do crime, um outro Fiat Uno.

A polícia informou que o Fiat Uno utilizado no roubos aos supermercados, foi roubado em Sidrolândia a 70 quilômetros da Capital. Os assaltantes foram presos e indiciados por roubo, associação criminosa e porte de arma.

Jornal Midiamax