Polícia

Jovem morre após bater moto e ser levada no capô de carro por 100 metros

Terceiro envolvido fugiu do local do acidente

Midiamax Publicado em 05/07/2015, às 11h34

None
depac_piratininga_-_mj_2_8.jpg

Terceiro envolvido fugiu do local do acidente

Identificada vítima de acidente no Jardim Batistão, na noite de ontem em Campo Grande. Antônia Francielle Alves de Jesus, 20 anos, morreu após colidir uma moto com um veículo Palio na Avenida Dinamarca, Jardim Batistão.

Segundo boletim de ocorrência, após colisão, o condutor do veículo ainda seguiu 100 metros com a vítima no capô, até que o carro parou. O motorista alega que seguia pela avenida quando uma moto entrou, repentinamente, na frente do seu veículo, forçando-o a desviar bruscamente.

Com o desvio, o motorista bateu na traseira de outra moto, que seguia com as luzes apagadas.  O motorista alega que ficou extremamente nervoso e, por isso, não conseguiu pisar no freio, o que lhe fez percorrer os 100 metros após a colisão.

Uma testemunha confirmou a versão do motorista do carro, de que outra moto tinha se envolvido no acidente. Segundo a testemunha, um senhor de 50 anos confirmou que havia entrado na frente do veículo para desviar da moto, mas foi embora do local antes da chegada da polícia.

Antônia morreu no local do acidente. Outro envolvido no acidente, Everton Henrique de Oliveira, 24 anos, que também estava na moto, foi encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande, sem risco de morrer. O boletim de ocorrência foi registrado como homicídio culposo qualificado pela falta de habilitação e lesão corporal culposa.

Jornal Midiamax