Polícia

Jovem compra produtos furtados e negocia venda pelo WhatsApp

Lucas disse que comprou os produtos por R$ 500

Midiamax Publicado em 13/10/2015, às 12h19

None
receptacao.jpg

Lucas disse que comprou os produtos por R$ 500

Jovem de 18 anos foi preso por receptação depois de comprar vários objetos furtados por RS 500 de uma mulher e tentar vendê-los no WhatsApp. O fato foi na noite desta segunda-feira (12), por volta das 23h35, no Bairro Taveirópolis, região oeste de Campo Grande.

Conforme o registro policial, a Força Tática do 1° BPM (Batalhão da Polícia Militar) em rondas pela Avenida Lúdio Coelho Martins avistou uma dupla em uma moto e o garupa levava uma televisão. Os policiais desconfiaram da atitude e resolveram fazer a abordagem.

Em revista pessoal, foi econtrado escondido dentro do casaco de Lucas Gomes Gonçalves um notebook juntamente com o controle do televisor. Ele disse que os eletrônicos seriam de sua propriedade, mas que não tinha nota fiscal porque havia comprado tudo de uma mulher, identificada apenas como Camila.

Os policiais se deslocaram até o local que ele disse que comprou os objetos, mas ao chegar na residência não encontrou nenhum morador. Os militares checaram o celular de Lucas e viram várias conversas no WhatsApp em que ele estava tentando vender os produtos.

Ele foi conduzido para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, onde foi constatado que a televisão era produto de furto no dia 11. Lucas confessou que comprou a mercadoria e venderia para um homem conhecido como Gordo.

O piloto da moto foi liberado depois de dizer que Lucas havia pedido uma carona para buscar a televisão. O jovem foi autuado por receptação.

Jornal Midiamax