Polícia

Jornalista acusa vereador de agressão por causa de matéria sobre cancelamento de show

Confusão teria acontecido na saída de um baile

Wendy Tonhati Publicado em 18/04/2015, às 12h50

None
chalanadeprata.jpg

Confusão teria acontecido na saída de um baile

Um vereador de Coxim, cidade a 253 quilômetros de Campo Grande, teria agredido um jornalista da cidade na saída de um baile, na madrugada deste sábado (18). Segundo o jornalista Edson Brandão, que afirmou ao Jornal Midiamax ter sido agredido pelo vereador e pelo filho do político, a violência foi motivada pela publicação de uma matéria sobre o cancelamento do show do Grupo Chalana de Prata, que faria uma apresentação no aniversário da cidade, no dia 26 de abril.

“Me pegaram de surpresa. O vereador passou de carro, apontando o dedo para mim. Como a musica estava muito alta, não consegui ouvir. Quando estava quase saindo do salão, fizeram um círculo em volta de mim e ele me deu dois murros e o filho deu três murros”, diz Brandão.

Conforme o jornalista, as ameaças continuaram “Você toma cuidado daqui para frente”, relembra. Segundo ele, não deu tempo de reagir e pessoas que estavam no local disseram que o vereador estaria alcoolizado no momento da confusão.

Após a suposta agressão, o jornalista disse que a Polícia Militar foi acionada e no local, pediu que o vereador fosse embora. Ele ainda afirmou que registrou um boletim de ocorrência de lesão corporal dolosa. “Eu tenho um site e fui constrangido”, diz.

A Polícia Civil informou que o boletim de ocorrência pode ter sido registrado no plantão e por conta da troca de policiais, não era possível informar detalhes. Também não foi possível localizar o vereador citado na denúncia.

Show cancelado por não ser ‘sertanejo universitário’

O músico Guilherme Rondon, do grupo sertanejo Chalana de Prata, usou o Facebook para desabafar após a Prefeitura de Coxim cancelar o show do grupo, marcado para o aniversário do municio, dia 26 de abril.

“O prefeito se dizendo dono da festa descobriu que o Chalana não toca sertanejo universitário e mandou cancelar o show”, postou, indignado. Segundo Rondon, o show de seu grupo tinha sido presente da Secretaria de Cultura de Mato Grosso do Sul para a Prefeitura.

Ele ainda relatou que o prefeito, Aluísio São José (PSB), “teve a cara de pau de pedir outro show para a Secretaria de Cultura”. Rondon postou imagem de ofício da Prefeitura de Coxim pedindo ao secretário de cultura Athayde Nery “um show de cunho mais popular, voltado aos jovens do nosso município”.

Jornal Midiamax