Polícia

Idoso é preso com mais de 30 galos que criava para vender na Bolívia

Frangos e galinhas também foram encontrados

Renata Portela Publicado em 01/10/2015, às 16h18

None
rinhagalos_3.jpg

Frangos e galinhas também foram encontrados

Renato Façanha, de 80 anos, foi preso em flagrante em Fátima do Sul, cidade a 237 quilômetros de Campo Grande, por maus-tratos a animais. Ele criava galos, galinhas e frangos da raça Índio para vender na Bolívia, com ajuda do filho.

Segundo a assessoria da Polícia Militar, uma equipe do 16º Batalhão foi até a casa de Renato, após denúncias de que no local funcionaria uma rinha de galos. Assim que os militares chegaram na casa, avistaram um rapaz entrando na residência com um galo nos braços, que aparentava estar ferido.

Em vistoria na casa, os policiais encontraram Renato, que confirmou ser o proprietário do local e ainda contou que criava os galos com ajuda do filho, para vender os animais na Bolívia. Foi encontrada uma rinha, usada para briga dos galos e vários instrumentos usados para a prática, além de um caderno com o nome dos galos e uma tabela de disputa da briga dos animais.

Foram encontrados e apreendidos 36 galos, 37 frangos e 3 galinhas da raça Índio. Os militares notaram que os animais haviam sofrido maus-tratos, pois estavam com falta de penas em partes do corpo, além de ferimentos. O suspeito foi encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil e indiciado por crime ambiental. Os animais foram encaminhados para a PMA (Polícia Militar Ambiental).

Jornal Midiamax