Identificado ‘Bonde do Aeroporto’, com jovens que se dizem matadores de policiais em rap

VÍDEO: jovens são da região oeste de Campo Grande
| 02/07/2015
- 22:32
Identificado ‘Bonde do Aeroporto’, com jovens que se dizem matadores de policiais em rap

VÍDEO: jovens são da região oeste de Campo Grande

Pelo menos quatro pessoas que aparecem em um vídeo caseiro onde se intitulam ser do “Bonde do Aeroporto”, mencionando o Jardim Aeroporto, região oeste de Campo Grande, já foram identificados. As imagens começaram a ser divulgadas pelas redes sociais, como Facebook e WhatsApp.

Nas gravações, os jovens se intitulam membros do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção que age dentro dos presídios do país, além de ‘matadores de policiais’. Eles chegam a zombar e tentam fazer rap com teor ofensivo.

O encontro do grupo é regado a bebidas alcoólicas e aparentemente cerveja. Os suspeitos chegam a dizer frases como: “nóis tá na atividade, nóis tá no procede, quem tá falando é o muleque do PCC”, “mete bala até nos homi, se mexer com nóis” (sic).

Durante a gravação, outro alerta para parar a gravação: “acho bom Juninho, você parar com esta filmagem”. Ocasião, que alguém revela que o vídeo será compartilhado pelo WhatsApp entre eles.

Com isso, a zueira entre eles volta e o grupo diz: “quem manda nesta p… do Aeroporto é nóis”, “aqui, é tudo bandido” e “O Bonde do Aeroporto é programado pra matar”.

Investigação

A 7ª DP (Delegacia da Polícia Civil) do Jardim Panamá, região oeste de Campo Grande, que é localizada na mesma área registrou um boletim de ocorrência sobre o caso. O fato foi registrado a princípio como incitar à prática de qualquer infração as leis penais e fazer de fato criminoso ou de autor de crime.

A partir das imagens, a polícia já identificou quatro deles. Três deles são: Marcos Antônio dos Santos Junior, de 23 anos, Luiz Carlos Guilherme Godoy, de 30 anos, e Fabiano Alves da Silva, de 22 anos. Já o quarto foi detido há pouco por conta de uma tentativa de homicídio.

Além disso, foi apurado que todos os envolvidos têm passagem criminal. Um deles, Fabiano Alves da Silva, está com um mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio.

Serviço: Denúncias anônimas sobre o paradeiros dos envolvidos neste vídeo podem ser feitas pelos telefones 190 ou (67) 3357-8200.


Clique aqui para assistir ao vídeo.

Veja também

Vítima teria perdido o controle ao passar em alta velocidade por quebra-molas

Últimas notícias