Polícia

Homens roubam caminhonete e são presos em flagrante após perseguição

Dupla armada rendeu empresário e levou veículo

Arlindo Florentino Publicado em 20/06/2015, às 22h19

None
_mg_1186_interna_1.jpg

Dupla armada rendeu empresário e levou veículo

Dois homens e uma mulher, suspeitos de participarem de um assalto a um lava-jato no Bairro Coronel  Antonino, de onde levaram uma caminhonete, foram presos por policiais da Força Tática da 5ª Companhia Independente depois de uma rápida perseguição.

O roubo aconteceu por volta das 10h da manhã. Três Homens ocupando uma caminhonete Hillux placas FTH-4035 de Goiânia chegaram ao lava-jato, localizado na Rua Uruguaiana no Bairro Coronel Antonino.

No local estavam três pessoas, duas mulheres e um homem, que foram rendidos por dois dos ladrões, que empunhando armas levaram todos para  um quarto, roubando a caminhonete S-10 placas OON-8684 de um cliente.O terceiro ladrão ficou o carro prestando apoio.

 Ao saírem apressadamente se esqueceram de trancar o cômodo. Com isso, as vítimas pediram socorro a outro cliente que começou a acompanhar o carro dos ladrões e o veículo roubado, acionando a polícia, relatando ainda que um dos ladrões teria saltado pouco antes.

A partir deste momento entraram em ação dos policiais da Força Tática que focaram as ações na Avenida Tamandaré, proximidades da UCDB quando visualizaram a Hillux vindo em sentido contrário em alta velocidade.

Foi dada ordem de parada e no carro estavam Gustavo Peres Mada, Talison Lopes Zebalos e Naiana dos Santos Souza. Com eles foram encontrados a importância de R$ 5.534 e três celulares.

As rondas prosseguiram e os policiais localizaram logo depois a S-10, que estava abandonada na Rua Eugênia da Costa Lino, no Portal da Lagoa.

Segundo Talison, quem fez o assalto foi um homem conhecido como “Mil Grau” e que pediu para Gustavo ajudar na fuga com a sua caminhonete. Disse ainda que havia cumprido pena com ele até janeiro deste ano e aí começou a amizade.

“Mil Grau”, que seria o homem que deixou o carro pouco antes da abordagem policial não teve a identidade fornecida e também não foi localizado pelos policiais. A participação de Naiana não foi esclarecida. O detalhe é que todos residem em Ponta Porã, para onde a polícia suspeita que o carro seria levado.

Todos foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde foram autuados em flagrante.

Jornal Midiamax