Polícia

Homem usa videogame para atrair e abusar sexualmente de criança de 4 anos

Garoto desapareceu depois da saída da escola

Renata Portela Publicado em 03/07/2015, às 12h23

None
capa_.jpg

Garoto desapareceu depois da saída da escola

Na manhã de quinta-feira (2), a Polícia Civil de Três Lagoas, município a 338 quilômetros da Capital, registrou um caso de estupro de vulnerável. A vítima é um menino de apenas 4 anos.

Conforme informações do site Minuto MS, a mãe da criança costuma buscar o filho no ponto de ônibus, depois da saída da escola. Porém, na quinta-feira, não encontrou o menino. Ela procurou a direção do colégio e foi informada de que o garoto havia ido para o ponto de ônibus.

Algum tempo depois, a mãe recebeu telefonema da diretora de outra escola, informando que o filho dela estava lá. Um homem alegou ter encontrado a criança perdida e a levou até o colégio. No encontro com a mãe, a criança reclamou de dores nas partes íntimas,então ela constatou  que o filho estava lesionado e questionou sobre o ocorrido.

De acordo com a criança, outro garoto, de aproximadamente 10 anos, aluno da mesma escola que ele estuda, o levou para a casa de um homem. O menino disse que este homem usou um videogame portátil para atraí-lo e, momentos depois teria pedido para tocar nos seus órgãos genitais. Ainda segundo o garoto, ele foi agredido com um soco na cabeça.

Ao verificar a mochila da vítima, a mãe encontrou o videogame e procurou a Polícia Civil. Um registro policial foi elaborado e o delegado pediu exame de ato libidinoso diverso da conjunção carnal  para  afirmar, após o laudo, se houve o crime de estupro de vulnerável. 

Jornal Midiamax