Polícia

Ex-companheiro se recusa a deixar residência depois de separação

Autor arremessou televisão contra a vítima

Thatiana Melo Publicado em 23/11/2015, às 15h06

None
violencia-contra-a-mulher.jpg

Autor arremessou televisão contra a vítima

Mesmo separado há três anos da ex-mulher, de 57 anos, um homem, de 53 anos, se recusa a deixar a residência onde o casal vivia. O autor negou-se a vender sua parte na partilha, o que acabou obrigando a mulher a dividir o mesmo teto com o autor, em Dourados, cidade localizada a 235 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, o casal viveu 28 anos juntos mas há três anos está separado, e desde então, o ex-companheiro se recusa a deixar a residência. A vítima e o neto passaram a ser agredidos, e por causa da situação, a mulher foi morar coma filha para cuidar do neto.

Mas, depois que a criança atingiu a maioridade voltou a morar em sua residência junto ao ex-marido, que voltou a agredi-la, além de levar várias mulheres para a residência ofendendo-a com xingamentos. “Vagabunda, p**”. Depois das ofensas verbais, o autor arremessou uma televisão em direção a vítima.

A vítima ainda afirma que o autor teria dito que caso ela não saísse da residência iria matá-la. Com medo das ameaças, a vítima deseja representar criminalmente contra o autor. 

Jornal Midiamax