Polícia

Em cinco dias, seis armas são apreendidas pelo Choque em Campo Grande

Segundo a polícia ainda existem muitas armas nas mãos de bandidos pelas ruas da cidade

Arlindo Florentino Publicado em 03/01/2015, às 11h48

None
img-20150103-wa0006.jpg

Segundo a polícia ainda existem muitas armas nas mãos de bandidos pelas ruas da cidade

Com o revólver calibre 38 apreendido na madrugada deste sábado (3) na Vila Marli, chegou a seis o número de armas apreendidas apenas pelos policiais do Batalhão de Choque, nos bairros de Campo Grande nos últimos cinco dias.

Na maioria das vezes, as armas estão municiadas e estão com a numeração raspada, sem registro e sem porte. Embora não haja uma confirmação quanto aos números, outras equipes da PM também apreenderam armas neste período, aumentando a quantidade.

Um dos integrantes do pelotão de choque, afirmou que a facilidade para a comercialização das armas e a proximidade com a fronteira possibilitam a existência desta quantidade excessiva de armas nas ruas da Capital.

“Atualmente em qualquer assalto, vemos que os ladrões estão portando armas. Temos trabalhado intensivamente na tentativa de desarmar os marginais temos conseguido êxito, mas sabemos que ainda existem muitas armas pelas ruas da cidade e isto reflete no aumento de casos de roubos”, afirmou o policial.

Jornal Midiamax