Polícia

Em ação contra som alto na Afonso Pena, polícia acha armas e 4 são detidos

Dois foram detidos por abusar do som automotivo

Wendy Tonhati Publicado em 15/06/2015, às 10h28

None
download.jpg

Dois foram detidos por abusar do som automotivo

Em uma operação policial na noite do domingo (14), contra o uso de som automotivo acima do volume permitido, pelo menos quatro pessoas foram presas em flagrante. De acordo com o boletim de ocorrência, em uma das abordagens, um rapaz que está em liberdade condicional e um amigo dele foram presos por porte de arma. Os outros dois detidos estavam com o volume do som acima do permitido.

A operação aconteceu nos Altos da Avenida Afonso Pena, próximo ao Parque das Nações Indígenas. Foi constatado que um veículo Gol estava emitindo ruídos acima do permitido pela legislação e um jovem de 24 anos recebeu voz de prisão. Um Golf também estava com o volume do som muito alto e um homem de 37 anos foi preso.

Já em uma Toyota Hilux, foi constatada a utilização de aparelhagem de som com volume acima do permitido. No veículo estavam Tiago Paixão Almeida, de 28 anos, e Carlos Leonardo Cavalcante Pereira, de 34 anos. Thiago estava em liberdade condicional. Durante a abordagem, os policiais foram informados de que havia uma arma de fogo com a dupla.

Perto da caminhonete, em uma lixeira, foi encontrado um revólver calibre 38, com cinco munições.  Questionado, os dois negaram a propriedade da arma, mas os policiais concluíram que o revólver tinha sido jogado na lixeira antes da abordagem.

Foi dada voz de prisão aos dois, que embriagados resistiram à revista. Carlos Leonardo disse ser ‘filho de polícia’ e falou que não acataria ordens. A princípio, eles também se recusaram a entrar na viatura.

O caso foi registrado na Decat (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista).

Jornal Midiamax