Polícia

Em 12 horas, PRF apreende 72 quilos de cocaína e 116 quilos de maconha

Ação ocorreu em fiscalização de rotina

Midiamax Publicado em 24/04/2015, às 16h21

None
002.jpg

Ação ocorreu em fiscalização de rotina

No período de 12 horas, as equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreenderam 72 quilos de cocaína e 116 quilos de maconha durante operações de rotina em Mato Grosso do Sul. A ação ocorreu em um período de 12 horas nesta quinta-feira (23), em locais distintos.

Na cidade de Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande, foram apreendidos 41 tabletes de cocaína, que totalizaram aproximadamente 43 quilos, que estava no interior de um Peugeot Hoggar, com placas de São Paulo (SP). O condutor de 22 anos e a passageira de 20 anos, que tiveram os nomes preservados, apresentaram nervosismo durante a abordagem o que levou a equipe a efetuar vistoria minuciosa.

O casal contou que pegou o entorpecente no município de Dourados a 225 quilômetros de Campo Grande, e teria que entregá-lo na cidade de Jundiaí (SP). A apreensão ocorreu no Km 30 da BR-267, e o caso foi encaminhado para Delegacia de Polícia Civil de Bataguassu.

Outro caso, ocorreu em Sidrolândia, a 64 quilômetros a sudoeste da Capital, no Km 409 da BR-060. Os policiais informaram que um auxiliar de produção de 28 anos e outro de serviços gerais de 30 anos, sendo condutor e passageiro, foram presos por tráfico de drogas. Eles tiveram os nomes preservados.

Eles estavam em uma caminhonete GM S-10, com placas de Mato Grosso do Sul, que foi vistoriada e havia 29 quilos de cocaína. A dupla contou que também vinha de Dourados, porém o destino seria Campo Grande. Além disso, eles afirmaram que não sabia que a droga estava no veículo.

Já a terceira ocorrência foi na BR-262, em Três Lagoas, a 338 quilômetros a leste de Campo Grande. Os federais abordaram um Citroen X-Sara Picasso, com placas de Campo Grande (MS), que era dirigido por um homem de 33 anos, que não teve o nome divulgado. No assoalho do carro foi encontrado 116 quilos de maconha. O fato foi levado para a Polícia Civil local.

Jornal Midiamax