Corpo de mototaxista vítima de latrocínio foi encontrado por caminhoneiro

Vitima foi morta quando fazia corrida entre cidades de MS
| 21/07/2015
- 17:17
Corpo de mototaxista vítima de latrocínio foi encontrado por caminhoneiro

Vitima foi morta quando fazia corrida entre cidades de MS

O mototaxista Hildo Paulo Osuna Escardin, de 61 anos, que desapareceu na sexta-feira (17) depois de fazer uma corrida, foi encontrado morto, com várias facadas no pescoço. A vítima trabalhava em Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande, e faria uma corrida para Nioaque.

Segundo informações do site Bonito Informa, a vítima foi encontrada ainda no fim de semana, por um caminhoneiro. O corpo de Hildo estava caído nas proximidades de uma porteira e apresentava várias facadas na nuca.

O suspeito de cometer o crime de , roubo seguido de morte, ainda levou os documentos da vítima. O celular de Hildo foi apreendido pela Polícia Civil para tentar identificar o criminoso a partir das últimas ligações originadas e recebidas.

Receptação

Na tarde de segunda-feira (20), a motocicleta de Hildo foi encontrada em Bela Vista, a 324 quilômetros da Capital. A Honda Fan 150, vermelha, placa HTM-0378, de Jardim (MS), estava com Silvana Ledesma Chaves.

De acordo com o registro policial, investigadores da Delegacia de Policia de Jardim e da Delegacia de Guia Lopes da Laguna chegaram à mulher após denúncias. Silvana foi presa na casa dela e responderá pelo crime de receptação.

Veja também

Com a colisão, motociclista foi parar embaixo da ambulância

Últimas notícias