Polícia

Clima é tenso em presídio de Dourados após tumulto de internos durante a noite

Presos não teriam deixado os agentes penitenciários realizar a conferência

Wendy Tonhati Publicado em 03/04/2015, às 13h25

None
ped.jpg

Presos não teriam deixado os agentes penitenciários realizar a conferência

O clima no PED (Presídio Estadual de Dourados), a 225 quilômetros de Campo Grande é tenso após um tumulto de presos durante a noite da quinta-feira (2). Os presos não teriam deixado os agentes penitenciários realizar a conferência.

De acordo com informações apuradas pelo Jornal Midiamax, os detentos teriam começado a movimentação afirmando que alguém estava passando mal. Eles tentaram agredir os agentes e a rotina da unidade foi alterada. No local onde o tumulto ocorreu há 2.300 detentos e poucos agentes penitenciários. O temor é de que uma rebelião possa acontecer.

O BPChoque (Batalhão de Choque da Polícia Militar) deve ser acionado para ir até o presídio.

O fato deve gerar um processo disciplinar interno para identificar os internos que participaram do tumulto.

Jornal Midiamax