Polícia

Categoria presta homenagem a agente morto e após organiza manifestação

Após saírem do velório, agentes farão uma manifestação pedindo justiça e melhorias para a categoria

Midiamax Publicado em 12/02/2015, às 15h04

None
_mg_6786.jpg

Após saírem do velório, agentes farão uma manifestação pedindo justiça e melhorias para a categoria

Os agentes penitenciários prestaram nesta quinta-feira (12) as últimas homenagens ao colega de profissão Carlos Augusto Queiroz de Mendonça, morto nesta quarta-feira (11) na frente do portão do presídio aberto da Vila Sobrinho, região oeste de Campo Grande.

Cerca de 200 agentes da Capital e representantes de todas as cidades do interior do Estado participaram do sepultamento do agente. Nesta quinta-feira, o Governo Estadual liberou os agentes penitenciários que faziam os trabalhos administrativos de suas atividades.

A PM (Polícia Militar) está nas penitenciárias realizando os trabalhos no lugar dos agentes que atuavam na área externa. De acordo com a PM, cerca de 450 pessoas estiveram presentes no Cemitério Memorial Park e o cortejo contou com um pouco mais de 100 veículos.

Após saírem do velório, os agentes fariam uma manifestação na Avenida Afonso Pena, próximo da Praça do Rádio Clube, no Centro da Capital, pedindo justiça e melhorias para a categoria. Nesta sexta-feira (12), a categoria tem uma reunião agendada com o governador Reinaldo Azambuja e o chefe da Casa Civil, Sérgio de Paula, às 9 horas na governadoria.

Os agentes formaram uma comissão para elaborar as reivindicações que serão apresentadas na reunião. O sepultamento acontece no Cemitério Memorial Park, na Avenida Senador Filinto Müller, s/n (atrás do Cemitério Parque das Primaveras), em Campo Grande.

Jornal Midiamax