Polícia

Caminhonete é recuperada após homem tentar penhorar celular em posto

Homem foi preso pelo crime de receptação; ladrões não foram localizados

Wendy Tonhati Publicado em 14/02/2015, às 11h59

None
caminhonete_roubada.jpg

Homem foi preso pelo crime de receptação; ladrões não foram localizados

Uma caminhonete Toyota Hilux foi recuperada pela polícia na madrugada deste sábado (14), em Campo Grande. O veículo foi encontrado após um homem tentar penhorar um celular em um posto de combustíveis para abastecer o veículo.

De acordo com informações policiais, Mario Daniel Pinas, de 43 anos, foi preso por receptação por estar com a caminhonete roubada. Os militares foram acionados após a denúncia de que o veículo estava estacionado na frente do terminal rodoviário, na Avenida Gury Marques.

No local, os policiais não acharam o veículo, mas descobriram que um homem estava pedindo dinheiro a mototaxistas para abastecer a caminhonete. Ele também foi ao posto de combustíveis e tentou penhorar o celular para abastecer o veículo.

O frentista ficou desconfiado, checou a placa do veículo e viu que era roubado. Ele também acionou os policiais e relatou que o homem havia dito que morava na região do Jardim Centro Oeste. Foram feitas rondas e a caminhonete foi achada estacionada na frente de uma lanchonete.

O homem que estava com o veículo foi preso. Ele alegou que trabalha em uma loja de som automotivo, que um cliente deixou o veículo para alguns reparos e ele resolveu ‘dar umas voltas’. De acordo com o registro do roubo, a vítima foi abordada por dois homens e também não reconheceu o suspeito, que não foi autuado pelo roubo, apenas pela receptação.

Roubo

Dois homens armados com uma pistola roubaram a caminhonete Toyota Hilux, na tarde da sexta-feira (13), em um cruzamento do Bairro Aero Rancho. De acordo com o boletim de ocorrência, no carro estava o condutor, o sobrinho adolescente e um funcionário. Eles foram deixados perto do pelotão da Polícia Militar.

Consta no registro, que o condutor, um homem de 41 anos, parou no cruzamento das ruas Thirson de Almeida e Campestre. Ele foi abordado por dois indivíduos que chegaram a pé e anunciaram o assalto falando: “passa para o banco do passageiro”.

Os ladrões pediram informações sobre como dirigir o veículo, que é automático, e mandaram que o vidro fosse fechado. Eles seguiram no sentido bairro-centro e as vítimas foram deixadas próximo ao pelotão do Bairro Aero Rancho.

Jornal Midiamax