Polícia

Arrendatário de fazenda é multado em R$ 6 mil por destruir mata ciliar de rio em MS

O objetivo era o de irrigar uma plantação de arroz, para a qual o solo estava sendo preparado

Diego Alves Publicado em 12/02/2015, às 23h29

None
pma.jpg

O objetivo era o de irrigar uma plantação de arroz, para a qual o solo estava sendo preparado

O arrendatário de uma fazenda, localizada próximo ao rio Dourado, em Ponta Porã, 346 quilômetros de Campo Grande, foi autuado em R$ 6 mil por destruir mata ciliar do rio para puxar água para irrigação.

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Dourados, realizava fiscalização durante a manhã desta quinta-feira (12), quando flagraram a abertura de um canal de 53 metros na margem do rio, com a derrubada da mata ciliar, para a implantação de uma moto-bomba.

O objetivo era o de irrigar uma plantação de arroz, para a qual o solo estava sendo preparado. Toda a atividade era realizada sem nenhuma autorização ambiental.

As atividades foram interditadas e a máquina foi lacrada. Pela infração administrativa, o proprietário recebeu multa de R$ 6.000,00. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um Prad (Plano de Recuperação da Área Degradada).

Jornal Midiamax