Polícia

Após visita na Máxima, familiares alertam agentes penitenciários sobre rebelião

Durante o pente-fino feito hoje, foram encontrados 79 celulares e quase 2,5 quilos de drogas

Midiamax Publicado em 23/02/2015, às 15h49

None
img-20150223-wa0038.jpg

Durante o pente-fino feito hoje, foram encontrados 79 celulares e quase 2,5 quilos de drogas

Desde o fim de semana, os agentes penitenciários foram informados pelos familiares de presos que estão no EPSM (Estabelecimento Penal de Segurança Máxima) que havia uma rebelião pelo local nos próximos dias. Na manhã desta segunda-feira (23), os servidores perceberam que os reeducandos estavam exaltados e por conta disso, por volta das 6 horas, não liberaram os detentos que tem autorização para ir à cozinha fazer o café da manhã.

Eles acionaram o BPChoque (Batalhão de Policiamento de Choque) que esteve no local para ajudar na revista do estabelecimento. A ação de pente-fino é feita pelos agentes penitenciários, que são os únicos que revistam as celas, mas contam com o resguardo dos militares na segurança.

Apenas um pavilhão do Estabelecimento Penal passou por vistoria. Na ação foram encontrados 79 aparelhos de celulares, sendo 56 deles, escondidos no pátio do presídio e em outra área externa da cela. Além de 60 chips, quatro cabos USB, dois cartões de memória, quatro fones de ouvido, uma balança de precisão, 121 gramas de cocaína, 294 gramas de pasta base, 1,306 quilos de maconha e 640 gramas de entorpecente de origem desconhecida.

A operação realizada pelos agentes, que contou com a colaboração da PM (Polícia Militar), terminou há pouco. Não foi informado quando haverá um novo pente-fino no local para checar outros pavilhões da mesma unidade penitenciária.

Jornal Midiamax