Polícia

Amor bandido: esposa apanha em bar, é ameaçada e defende o agressor

Dizendo ‘eu te amo’ vítima tenta evitar prisão

Thatiana Melo Publicado em 18/05/2015, às 12h39

None
policia_ilustrativa-gw4.jpg

Dizendo ‘eu te amo’ vítima tenta evitar prisão

Depois de horas bebendo no bar “Toca do Jacaré”, em Juti, distante 306 quilômetros da Capital, na noite deste domingo (17), uma mulher de 46 anos foi agredida com socos no rosto pelo marido identificado apenas como P.A.U., de 38 anos.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o autor já teria ameaçado a vítima de morte por duas vezes, mas ela não teria prestado queixa por medo das ameaças. Segundo a vítima, o casal teria passado a tarde de domingo bebendo quando começou a discussão sem motivo. em dado momento o homem desferiu um soco no rosto da esposa, que teve um corte no supercílio direito.

Logo após a agressão, o autor fugiu e a vítima voltou para a residência onde foi encontrada pelos policiais. Em seguida o autor chegou e começou com agressões verbais dizendo “bando de vagabundos, bando de bos…”.

Ainda de acordo com informações, o homem afirmou não ter medo da polícia e de não ter medo de ser preso. O autor recebeu voz de prisão e teve de ser algemado, já que estava muito alterado. Ao delegado a vítima disse amar o autor e que voltaria a viver com ele.

Jornal Midiamax