Polícia

AGORA: Ministro ratifica voto aberto durante julgamento de Delcídio

Casa deve decidir se cárcere continua

Jessica Benitez Publicado em 25/11/2015, às 23h20

None
foto-fachin.jpg

Casa deve decidir se cárcere continua

Para garantir votação aberta durante julgamento sobre a permanência do senador Delcídio do Amaral (PT) em prisão cautelar, a oposição impetrou mandado de segurança ao STF (Supremo Tribunal Federal) e obteve decisão favorável pelas mãos do ministro Luiz Edson Fachin.

Inicialmente a Mesa Diretora da Casa de Leis havia opinado pelo voto secreto, mas acabou derrotada por 52 a 20 votos e uma abstenção. O presidente do parlamento, Renan Calheiros (PMDB/AL) disse respeitar a decisão da maioria, mas ressaltou discordar do que foi decidido. “Talvez um dia possamos avaliar o que significou esse dia triste”, resumiu.

Delcídio foi preso na manhã desta quarta-feira (23) em Brasília pela Polícia Federal sob acusação de obstruir investigação da Operação Lava Jato. O PT nacional se desvinculou dos acontecimentos e disse não ter obrigação de ser solidário ao senador. Em breve a executiva deve se reunir para tomar as medidas cabíveis, conforme nota oficial assinada pelo presidente Rui Falcão.

Jornal Midiamax