Polícia

Transgênero italiano é preso em Sóchi

O transgênero italiano Vladimir Lúxuria foi preso durante algumas horas durante os Jogos Olímpicos de Sóchi por carregar uma bandeira com a frase “Ser Gay é ok”. O protesto foi contra a lei que proíbe propaganda gay em todo o território russo. A notícia da liberação de Luxúria foi divulgada pelo porta-voz da organização Gay […]

Arquivo Publicado em 17/02/2014, às 15h19

None

O transgênero italiano Vladimir Lúxuria foi preso durante algumas horas durante os Jogos Olímpicos de Sóchi por carregar uma bandeira com a frase “Ser Gay é ok”. O protesto foi contra a lei que proíbe propaganda gay em todo o território russo. A notícia da liberação de Luxúria foi divulgada pelo porta-voz da organização Gay Center.

Luxúria está em Sóchi para realizar um programa de TV sobre os problemas que os homossexuais estão enfrentando na Rússia desde que a polêmica Lei foi aprovada. Diversos representantes de organizações homossexuais europeias se manifestaram sobre a prisão de Vladimir Luxúria. Segundo o presidente da Associação LGBT Italiana, Flavio Romani, a prisão foi “brutal e agressiva”. O presidente do Gaynet Itália, Franco Grillini, declarou que “a prisão mostra toda a hipocrisia de Putin e de seu regime”. Antes da prisão, Luxúria mostrou toda a sua alegria ao chegar aos Jogos. “Estou em Sóchi. Saudações com todas as cores do arco-íris na cara de Putin”, declarou ao chegar ao país. Para a ANSA, Lúxuria declarou por telefone que foi a Sóchi com “o objetivo de protestar contra a lei homofóbica de Putin, que veta a propaganda gay na presença de crianças”. Depois de toda a confusão, Luxúria garantiu que irá acompanhar uma partida de Hockey Feminino.

Jornal Midiamax