Polícia

Policiais Militares de MS acusados de matar jovem por espancamento são soltos

Os três policiais militares lotados no 3º Pelotão da 2º Companhia de Polícia Militar de Anaurilândia, que tiveram suas prisões preventivas decretadas, por decorrência da acusação de espancamento até a morte do adolescente Bruno Gabriel Olavo da Silva, de 16 anos. Foram soltos por meio de um Habeas Corpos, apresentado pelo advogado de defesa dos […]

Arquivo Publicado em 15/02/2014, às 15h47

None
2091562778.jpg

Os três policiais militares lotados no 3º Pelotão da 2º Companhia de Polícia Militar de Anaurilândia, que tiveram suas prisões preventivas decretadas, por decorrência da acusação de espancamento até a morte do adolescente Bruno Gabriel Olavo da Silva, de 16 anos. Foram soltos por meio de um Habeas Corpos, apresentado pelo advogado de defesa dos militares.


A morte do adolescente ocorreu no dia 07 de janeiro de 2014, durante ação policial realizada naquela cidade. A prisão preventiva foi decretada no dia 10 de fevereiro e a soltura dos policiais teria acontecido na última quinta-feira (13).


O habeas corpus foi pautado na declaração do irmão de Bruno, que em seu depoimento, teria relatado que a vítima sofria de problemas respiratórios.


Em contato com o 8º Batalhão da Polícia Militar de Nova Andradina, em que os polciiais são ligados, o fato foi confirmado. O comando informou também que em breve irá divulgar uma nota sobre o caso.

Jornal Midiamax