Polícia

Policiais civis de MS iniciam manifestações por melhores condições de trabalho

Os policiais civiis de Mato Grosso do Sul começaram nesta segunda-feira (24), uma série de manifestações por melhores condições de trabalho no Estado. Com faixas pedindo melhores condições de trabalho, diretores do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (Sinpol) e policiais civis estiveram na frente da 1ª Delegacia de Polícia de Campo […]

Arquivo Publicado em 24/03/2014, às 18h41

None
766803847.jpg

Os policiais civiis de Mato Grosso do Sul começaram nesta segunda-feira (24), uma série de manifestações por melhores condições de trabalho no Estado. Com faixas pedindo melhores condições de trabalho, diretores do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (Sinpol) e policiais civis estiveram na frente da 1ª Delegacia de Polícia de Campo Grande realizando um protesto.


No último sábado (22), foi realizada uma assembleia em Campo Grande e ficou definido que ficaria mantido o indicativo de greve, até o Governo sinalizar por uma reunião para discutir as reivindicações.


De acordo com o Sinpol-MS, os policiais reivindicam maiores investimentos para a categoria e  denunciam escalas abusivas para os policiais, viaturas sucateadas, falta de equipamentos, delegacias superlotadas de presos em todo o Estado. Além disso, nos 90 dias, quatro policiais civis foram mortos.


Segundo o Sindicato, no Estado o déficit de policiais é de aproximadamente 1.100 servidores, e o concurso em andamento prevê a contratação de apenas 48 escrivães e 175 investigadores, um total de 223 policias civis para todo o Estado.


Reivindicações pelo Estado


Para os próximos dias, a programação do Sinpol-MS é continuar reivindicando pelo Estado. Na terça-feira (25), a diretoria estará em Nova Andradina. Na quarta-feira (26), como parte dos protestos, será realizada uma audiência pública na Assembleia Legislativa, que debaterá a questão dos presos em delegacias, com a presença de autoridades da ONU.

Jornal Midiamax