Polícia

Polícia registra queda de homicídios e aumento de infrações por embriaguez no fim de ano

A Polícia Civil registrou diminuição no número de homicídios em Mato Grosso do Sul em relação ao ano anterior, porém houve aumento de infrações por embriaguez durante o período. O balanço da Operação Boas Festas, realizado de 16 de dezembro a 3 de janeiro,  foi apresentando na tarde desta sexta-feira (03) pelo delegado, chefe interino […]

Arquivo Publicado em 03/01/2014, às 20h44

None
1298635775.jpg

A Polícia Civil registrou diminuição no número de homicídios em Mato Grosso do Sul em relação ao ano anterior, porém houve aumento de infrações por embriaguez durante o período. O balanço da Operação Boas Festas, realizado de 16 de dezembro a 3 de janeiro,  foi apresentando na tarde desta sexta-feira (03) pelo delegado, chefe interino de comunicação da Polícia Civil, Sérgio Luiz Duarte.

De acordo com o delegado, somente em Campo Grande a redução no número de homicídios foi de mais de 100%. Na operação anterior foram registrados 13 mortes contra 6 neste ano. Em todo o Estado, foram 40 mortes em relação às 55 do ano anterior.

“O homicídio é um crime imprevisível. Na virada do ano entram vários fatores que podem aumentar este número como uso abusivo de bebidas alcoólicas ou, até mesmo, de drogas. Mesmo assim conseguimos a diminuição”, afirma o delegado.

Por outro lado, houve aumento no número de infrações por embriaguez ao volante.  Das 633 prisões efetuadas em todo o Estado, 180 foram referentes a este crime. No mesmo período do ano passado foram 560 prisões, sendo 164 de motoristas que beberam e foram flagrados dirigindo.

Na Capital, 24 motoristas foram flagrados dirigindo embriagados, três a mais que no mesmo período do ano passado. Além disso, a Polícia Civil cumpriu 166 mandados de prisão em todas as cidades do Estado.

Conforme o delegado, durante a operação houve aumento do efetivo, além de operação volante com a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) , do Serviço de Investigações Gerais (SIG) e das (Delegacias de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) . Todas as ocorrências foram encaminhadas para a delegacia da Piratininga.

A polícia não divulgou o número do efetivo utilizado durante a operação, mas garantiu que houve aumento de policiais especialmente na virada do ano.  Conforme ela, nestas datas dobra o número de policiais.

Jornal Midiamax