Polícia

Polícia recupera Civic roubado e flagra adolescente que seria levada ‘na marra’ para a fronteira

Uma quadrilha que praticava roubo de carros começou a ser desarticulada depois que um Honda Civic foi abordado na Avenida Engenheiro Paulo de Frontin, no Jardim Los Angeles, na noite desta sexta-feira (3). Em rondas pelo bairro Los Angeles, policias militares avistaram o Honda Civic placas HSX-9659, conduzido por Luiz Felipe Alencar Valendorff, de 18 […]

Arquivo Publicado em 04/10/2014, às 11h03

None
1226296000.jpg

Uma quadrilha que praticava roubo de carros começou a ser desarticulada depois que um Honda Civic foi abordado na Avenida Engenheiro Paulo de Frontin, no Jardim Los Angeles, na noite desta sexta-feira (3).

Em rondas pelo bairro Los Angeles, policias militares avistaram o Honda Civic placas HSX-9659, conduzido por Luiz Felipe Alencar Valendorff, de 18 anos. Ele estava acompanhado de uma adolescente de 17 anos.

Na checagem, foi constatado que o carro havia sido roubado na última quarta-feira (2), com emprego de arma de fogo. Com a aproximação da polícia, Luiz Felipe empreendeu fuga, saindo em alta velocidade pelas ruas do Bairro Los Angeles até bater em uma Belina.

Luiz confessou que havia participado do roubo do carro e que o levaria para a cidade de Bela Vista, na fronteira com o Paraguai, fato constatado após ser encontrado no carro um mapa com o itinerário de Campo Grande até a cidade fronteiriça.

Para roubar o Civic foi utilizado um gol prata, de propriedade de Gíldson da Silva Vieira, de 20 anos, que foi localizado na Avenida dos Cafezais.

Depois de roubado, o Honda foi deixado em uma casa no Bairro Aimoré. Os policias foram até o imóvel e foram recebidos por Sandro Roberto Nascimento de Oliveira, de 23 anos e uma adolescente de 15 anos.

No local foi avistada uma Honda Biz, placa HSH-8886, que havia sido furtada dias antes. Quando os policiais entraram no imóvel para uma vistoria, encontraram sob um sofá dois tabletes de maconha, pesando pouco mais de dois quilos.

Sandro e a adolescente confessaram que o Honda Civic havia ficado ali e que haviam repassado dinheiro para Luis abastecer o carro e levá-lo para a fronteira. Quanto a droga, afirmaram ser usuários e que também comercializavam uma parte, ao preço de R$ 5 e 10.

Quanto a adolescente de 17 anos encontrada no Civic, no momento da abordagem, afirmou que havia sido convidada para ir até Bela Vista com Luis, mas não havia aceitado e pediu para ser levada para casa, na Cohab. No entanto havia pressentido que Luiz não a deixaria em casa e sim a levaria consigo, contra sua vontade. Ela consta no Boletim de Ocorrência como vítima.

Todos os demais foram indiciados por associação criminosa, receptação, tráfico de drogas e ainda corrupção de menores.



Jornal Midiamax