Polícia

Polícia recorre a câmeras de segurança para investigar assassinato na Vila Progresso

Imagens de câmeras de segurança de lojas e residências da Rua Estevão Capiatra, na Vila Progresso serão fundamentais nas investigações sobre a morte de Valdecir Minatelle, de 41 anos. Ele foi assassinado no sábado (4) atingido por disparos de revólver e ainda não há suspeitos. Valdecir, que trabalhava com feiras e era motorista de caminhão, […]

Arquivo Publicado em 06/01/2014, às 14h48

None

Imagens de câmeras de segurança de lojas e residências da Rua Estevão Capiatra, na Vila Progresso serão fundamentais nas investigações sobre a morte de Valdecir Minatelle, de 41 anos. Ele foi assassinado no sábado (4) atingido por disparos de revólver e ainda não há suspeitos.

Valdecir, que trabalhava com feiras e era motorista de caminhão, estava dirigindo um carro JAC J3 Turin e por volta das 22h30 foi morto. Vários tiros foram disparados (dois ou três) e um deles acertou o peito da vítima.

Segundo testemunhas, foi ouvido o ruído de uma moto afastando-se do local do crime logo depois dos disparos. Depois de atingido, Valdecir perdeu o controle do carro e bateu violentamente contra uma árvore.

O local onde aconteceu o crime é apontado como ponto de concentração de prostitutas e travestis e as investigações deverão começar por aí. Assim que as investigações começarem efetivamente, as imagens das câmeras serão requisitadas oficialmente.

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário-Depac Piratininga mas será investigado pela 4ª delegacia, do bairro Moreninhas.

Jornal Midiamax