Polícia

Polícia prende suspeito de decepar mão de trabalhador com facão em MS

Edivaldo José da Silva, 44 anos, foi preso na tarde de terça-feira (10), em Ribas do Rio Pardo, a 97 quilômetros de Campo Grande. Ele é suspeito de decepar, com um facão, a mão esquerda do carvoeiro Hélio Masahiko Shimizu, 46 anos, no sábado (7). Segundo a assessoria da Polícia Civil, o crime, ainda sem […]

Arquivo Publicado em 11/06/2014, às 14h52

None
2101063702.jpg


Segundo a assessoria da Polícia Civil, o crime, ainda sem explicações, chocou os colegas de trabalho dos envolvidos. O fato ocorreu em uma carvoaria na Fazenda Santo Graal, distante 45 quilômetros de Ribas do Rio Pardo.

A vítima foi atingida primeiramente no ombro e, em seguida, recebeu golpes na cabeça e nas mãos. Com a violência e o impacto dos golpes, a mão esquerda de Hélio foi arrancada e a direita ficou com graves ferimentos, inclusive no tendão.

Hélio foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande. Segundo a assessoria do hospital, ele passou por cirurgia e agora está interando na enfermaria da área ortopédica. Ele está consciente e seu quadro de saúde é estável.

De acordo com Rafael Kenji Koshimizu, delegado responsável pelo caso, após cometer o crime, o suspeito Edivaldo fugiu do local levando o facão. “Nós representamos pela prisão preventiva do acusado, que foi decretada pela Justiça e ontem ele foi preso pelos policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais), próximo do terminal rodoviário, quando tentava fugir da cidade”, explica o delegado.

O suspeito já tem passagem pela polícia por lesão corporal dolosa, quando há intenção de ferir, e agora vai responder também por tentativa de homicídio. Após a prisão, Edivaldo foi indiciado e encaminhado ao sistema penitenciário local em seguida.



Jornal Midiamax