Polícia

Polícia prende ‘justiceiro’ que jurou matar qualquer morador do Parque do Sol

A polícia prendeu nesta sexta-feira (19), por volta das 20h40, um jovem de 18 anos com um revólver calibre 38, com cinco munições intactas e picotadas e R$ 276 na Rua Macedo Falcão, no Parque do Lageado, na região sul de Campo Grande. João Vitor Gomes Novaes foi abordado pela equipe policial quando seguia para atender […]

Arquivo Publicado em 20/09/2014, às 13h42

None

A polícia prendeu nesta sexta-feira (19), por volta das 20h40, um jovem de 18 anos com um revólver calibre 38, com cinco munições intactas e picotadas e R$ 276 na Rua Macedo Falcão, no Parque do Lageado, na região sul de Campo Grande.

João Vitor Gomes Novaes foi abordado pela equipe policial quando seguia para atender a uma ocorrência de três pessoas que foram alvejadas no bairro. Ao avistar a viatura, ele tentou retornar com a moto Honda Titan ESD, placa HTB-1581, e acabou sendo abordado.

O jovem disse aos policiais que estava atrás dos autores da tentativa de homicídio na Rua Adelaide Maia Figueiredo e, se não os localizassem, mataria qualquer morador do Parque do Sol.

Ele disse aos policiais que um é conhecido como “Zóio” e o outro como “Yago” e que os dois depois do crime fugiram. Zóio em uma motocicleta Honda Titan preta, sem retrovisores e sem carenagem traseira preta, e Yago em uma bicicleta.

A PM (Polícia Militar) repassou a informação às demais viaturas e a uma equipe da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motos) em buscas na Rua Lúcia dos Santos localizou a moto Titan,placa HSH-7533, abandonada.

‘Igor’ se apresentou aos policiais e disse que a Titan era de propriedade de Júlio Cézar, o “Zóio”. A equipe se deslocou até a casa dele na Rua Seiko Yonamini, mas não o encontrou.

Depois a Rocam se deslocou até a Santa Casa e abordou as vítimas alvejadas no Dom Antônio Barbosa que disseram aos policiais que o autor dos disparos que os atingiram era Júlio Cézar.

No hospital também se encontrava uma quarta vítima, identificada como Saulo Mateus, que afirmou ter sido atingido por tiros na perna direita quando transitava pela Rua Lúcia dos Santos e o autor era conhecido como “Playboy” que estava em um Voyage prata.

Uma das quatro vítimas, identificada como Alyson, apresentava muito nervosismo e em checagem do sistema policial foi constatado que havia contra ele um mandado de prisão da Vara da Infância e Juventude.

A polícia continua as diligências para tentar localizar Yago e Zóio que continuam foragidos.

Jornal Midiamax