Polícia

Polícia conclui o caso e divulgará detalhes de investigação sobre morte de PM no Indubrasil

Depois de concluir o caso sobre a morte do soldado da Polícia Militar Rony Maickon Varoni de Moura da Silva, de 28 anos, a Polícia Civil vai apresentar os suspeitos e divulgar detalhes sobre a investigação em uma entrevista coletiva, na próxima quarta-feira (11).  O soldado foi morto no último dia 3, em uma tentativa […]

Arquivo Publicado em 10/06/2014, às 22h15

None

Depois de concluir o caso sobre a morte do soldado da Polícia Militar Rony Maickon Varoni de Moura da Silva, de 28 anos, a Polícia Civil vai apresentar os suspeitos e divulgar detalhes sobre a investigação em uma entrevista coletiva, na próxima quarta-feira (11).  O soldado foi morto no último dia 3, em uma tentativa de assalto na BR-262, no Indubrasil.


Prisões


Uma ação em conjunta entre as polícia Militar, Civil e Rodoviária Federal terminou na prisão de quatro pessoas que são apontadas como suspeitas pela morte do soldado da PM. Além disso, uma quinta morreu após entrar em confronto com a polícia e a sexta está foragida. Pelas investigações, foi apurado que a quadrilha faz parte do PCC, uma facção criminosa que age dentro dos presídios do País.


Após quatro dias de investigação, eles foram identificados como sendo Clebson de Lima Vilhagra, de 35 anos, Rafael Fernandes de Quadros, de 23 anos, Kelvin Willian Santarosa da Silva e Johny Franks Vargas, ambos de 21 anos, além de um adolescente de 17 anos, apenas identificado como E.R.S.. O sexto não teve o nome divulgado.

Jornal Midiamax