Jonathan de Amarilha Ramos, de 22 anos, conhecido como “Ambrósio” morreu nesta segunda-feira (21), após ser baleado durante a madrugada, na Rua 21 de Setembro, Bairro Cervejaria, em Corumbá.

Ele levou três tiros por volta da 1h40, sendo que um atingiu o abdômen, um a parte dorsal e outro de raspão na virilha. A Polícia Militar foi acionada por populares que ouviram o barulho dos disparos.

Já no local, uma testemunha levou a guarnição até a vítima, que estava caída no quintal de uma casa. O Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) foi chamado e encaminhou o rapaz para o pronto-socorro municipal, mas ele não resistiu aos ferimentos.

Jonathan tinha uma extensa ficha policial, desde quando era menor de idade. São passagens por furto, roubo, lesão corporal, violação de domicílio e porte de drogas.

Outro homicídio

A Polícia Civil investiga se a morte de Jonathan Amarilha tem relação com outro homicídio ocorrido também durante a madrugada desta segunda-feira, por causa da proximidade do local e horário.

O crime aconteceu na Rua 13 de Junho, Bairro Dom Bosco, por volta da 1 hora. Nélio Miranda Esquer, de 24 anos, foi baleado em casa e encontrado no quintal. Foram três disparos que atingiram a vítima no abdômen e nas costas.

Socorrido pelos bombeiros e equipe do Samu, Nélio foi levado para o pronto-socorro, mas pouco mais de duas horas depois, faleceu. Ele chegou a revelar à guarnição da Polícia Militar, que um grupo de seis pessoas invadiu a casa dele e o autor dos disparos seria um homem conhecido como “Luisinho”. Nenhum suspeito foi preso.