Polícia

Polícia Civil exuma corpo de terceira paciente morta após quimioterapia na Santa Casa

A 1ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande realizou na manhã desta segunda-feira (11), a exumação da terceira paciente morta após realizar quimioterapia na Santa Casa de Campo Grande. A exumação do corpo de Norotilde Araújo Greco, de 72 anos, foi feita em Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande, onde os familiares dela […]

Arquivo Publicado em 11/08/2014, às 18h20

None
1027201397.jpg

A 1ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande realizou na manhã desta segunda-feira (11), a exumação da terceira paciente morta após realizar quimioterapia na Santa Casa de Campo Grande. A exumação do corpo de Norotilde Araújo Greco, de 72 anos, foi feita em Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande, onde os familiares dela moram.


Segundo a delegada Ana Cláudia Medina, responsável pelas investigações, a família estava aguardando a equipe de policiais e peritos no cemitério, mas não acompanharam os trabalhos de perto. O corpo estava em bom estado, o que facilitou o trabalho dos especialistas.


Ao contrário das duas pacientes de Campo Grande, Maria Glória Guimarães, de 61 anos, Carmem Insfran Bernard, de 42 anos, que tiveram os corpos encaminhados para o Imol (Instituto Médico e de Odontologia Legal), os médicos fizeram a coleta de material em Jardim e trouxeram rapidamente para a Capital. “Precisamos sair rápido para preservação do material. Em 35 minutos estava em Campo Grande”, comenta a delegada.


Ainda conforme a delegada, os médicos legistas trabalharam durante o fim de semana para poder liberar os dois corpos que se encontram no Imol e definir o que vai ser possível obter do material e quem poderá dar suporte aos trabalhos técnicos.


Investigações


A delegada responsável já ouviu os médicos José Maria Ascenço e Henrique Guesser Ascenço, responsáveis pela clínica que realizava a manipulação da fórmula aplicada nos pacientes em tratamento da quimioterapia na Santa Casa.


Uma farmacêutica e uma enfermeira, que por vezes também realizava manipulação das fórmulas, já foram ouvidas, Na próxima semana outro profissional de Farmácia prestará depoimento na delegacia. Segundo os depoimentos, ele teria manipulado a fórmula aplicada nos pacientes mortos.

Jornal Midiamax