Polícia

Pedreiro é preso após dizer que é de facção criminosa para extorquir empresário em MS

Um pedreiro de 29 anos foi preso nesta quarta-feira (5), suspeito de extorquir R$ 7 mil de um empresário de 64 anos, em Três Lagoas a 338 km de Campo Grande. De acordo com nota divulgada pela Polícia Civil, Ademar da Silva Oliveira foi preso após fazer ameaças de morte ao empresário e a família […]

Arquivo Publicado em 05/03/2014, às 21h47

None

Um pedreiro de 29 anos foi preso nesta quarta-feira (5), suspeito de extorquir R$ 7 mil de um empresário de 64 anos, em Três Lagoas a 338 km de Campo Grande. De acordo com nota divulgada pela Polícia Civil, Ademar da Silva Oliveira foi preso após fazer ameaças de morte ao empresário e a família dele, afirmando ser integrante de uma facção criminosa.


Conforme a Polícia Civil, o empresário, que possui uma pousada, recebeu um bilhete com ameaças de morte, em que o acusado dizia pertencer a uma facção criminosa e que caso não tivesse R$ 7 mil depositados na conta, mataria o empresário e o filho.


O empresário pediu ao filho de 28 anos que fosse ao banco e efetuasse o depósito na conta informada no bilhete. Posteriormente, eles perceberam que o nome que apareceu no comprovante bancário é de um cliente, que estava hospedado na pousada da família.


Para ter certeza que era a mesma pessoa, o filho do empresário buscou na rede social Facebook o nome completo do suspeito e confirmaram por meio da foto que se tratava do homem hospedado na pousada.


A Polícia Civil foi acionada e foi até a pousada. O suspeito confessou o crime e negou pertencer a facções criminosas, mas não deu nenhuma explicação convincente sobre a motivação para o crime. Ademar foi preso e autuado em flagrante por extorsão.

Jornal Midiamax