Polícia

Papa quer colaboração entre Igreja e polícia no combate ao tráfico de seres humanos

O papa Francisco pediu nesta quinta-feira que a polícia e as associações humanitárias da Igreja Católica colaborem para combater o tráfico de seres humanos. “O tráfico de seres humanos é uma ferida no corpo da humanidade contemporânea, uma ferida na carne de Cristo. É um crime contra a humanidade”, disse Francisco no último dia de […]

Arquivo Publicado em 10/04/2014, às 13h32

None

O papa Francisco pediu nesta quinta-feira que a polícia e as associações humanitárias da Igreja Católica colaborem para combater o tráfico de seres humanos.

“O tráfico de seres humanos é uma ferida no corpo da humanidade contemporânea, uma ferida na carne de Cristo. É um crime contra a humanidade”, disse Francisco no último dia de uma conferência no Vaticano que reuniu autoridades da Igreja e da polícia de 20 países.

“O fato de nos encontrarmos aqui para unir nossos esforços significa que queremos que as estratégias e as competências estejam acompanhadas e reforçadas pela compaixão evangélica, pela proximidade com os homens e mulheres vítimas deste crime”, completou o papa.

Várias autoridades do FBI, da Interpol e da Europol participaram na conferência, presidida pelo cardeal britânico Vincent Nichols.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o tráfico de seres humanos gera um lucro anual de quase 32 bilhões de dólares e afeta 2,4 milhões de pessoas.

O problema inclui o tráfico de mulheres e crianças para trabalho forçado ou prostituição, a exploração de imigrantes ilegais, as crianças soldados, as fábricas clandestinas, a escravidão doméstica e o tráfico de órgãos.

Jornal Midiamax