Polícia

Marido que tentou matar mulher queimada já foi preso por violência doméstica

O motorista S. G., de 33 anos de idade, que foi detido na noite de terça-feira por tentativa de homicídio, sob a acusação de ter tentado atear fogo na mulher, já havia sido preso em dezembro do ano passado por violência doméstica. Ele foi liberado há dois meses. O caso desta terça-feira (16), aconteceu na […]

Arquivo Publicado em 17/09/2014, às 11h50

None
1467731191.jpg

O motorista S. G., de 33 anos de idade, que foi detido na noite de terça-feira por tentativa de homicídio, sob a acusação de ter tentado atear fogo na mulher, já havia sido preso em dezembro do ano passado por violência doméstica. Ele foi liberado há dois meses.

O caso desta terça-feira (16), aconteceu na Rua Rio Brilhante, na Vila São Jorge da Lagoa, por volta das 20h30, quando segundo a mulher, Sebastião chegou em casa já bastante alterado e começou uma discussão. Em determinado momento ele teria jogado uma mala com roupas da mulher e dos filhos no quintal e com uma garrafa de álcool ameaçou atear fogo.

Neste momento ela tentou correr, momento que ele jogou o líquido em seu rosto e como ele estava com a caixa de fósforo na mão ela ficou com medo que ele a queimasse e correu para a casa do irmão, com os filhos de 6 e 9 anos.

De acordo com o delegado Carlos Delano Gehring, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, Sebastião Gonçalves vai responder por tentativa de homicídio e poderá ser condenado a uma pena que varia de 8 a 20 anos de prisão.



Jornal Midiamax