Polícia

Guardas municipais são presos na casa do prefeito por porte ilegal de arma

Dois guardas municipais foram levados para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro após serem flagrados portando armas de calibre 380 sem terem o porte para realizar a segurança do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), por volta das 7h10 desta sexta-feira (11). Os servidores foram flagrados por uma equipe do Grupo […]

Arquivo Publicado em 11/04/2014, às 15h15

None

Dois guardas municipais foram levados para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro após serem flagrados portando armas de calibre 380 sem terem o porte para realizar a segurança do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), por volta das 7h10 desta sexta-feira (11).

Os servidores foram flagrados por uma equipe do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) que cumpria um mandado de intimação na casa do prefeito Olarte, na Rua Onze de Setembro. Segundo relato do boletim de ocorrência, os policias cumpriam o Mandado 01/2014TJMS, quando um veículo Corola chegava à casa.

O carro era conduzido pelo guarda Ricardo Aguiar Catelhano, de 37 anos, que disse aos policiais que estava fazendo serviços de segurança para o prefeito. Ele portava uma pistola da marca Taurus, modelo 58p, calibre 380, semiautomática, com capacidade de 19 tiros e com um carregador com 14 munições intactas.

Após 15 minutos, um veículo Cobalt, conduzido por Fabiano de Oliveira Neves, de 34 anos, chegou ao local e também se identificou como guarda que realiza segurança do prefeito. Ele portava uma pistola da marca Taurus, modelo 59s, calibre 380, semiautomática com capacidade de 19 tiros e um carregador com 13 munições intacta.

Ambos receberam voz de prisão por não terem porte de arma de fogo e foram levados para a Depac Centro.

Jornal Midiamax