Polícia

Guarda municipal preso por fazer arrastão de assaltos permanece em cela da Derf

O membro da Guarda Municipal de Campo Grande não tem passagens pela polícia, mas foi flagrado após participar de vários assaltos e cair de um telhado quando tentava fugir. A instituição ainda não se pronunciou

Arquivo Publicado em 10/02/2014, às 12h50

None
1449567224.jpg

O membro da Guarda Municipal de Campo Grande não tem passagens pela polícia, mas foi flagrado após participar de vários assaltos e cair de um telhado quando tentava fugir. A instituição ainda não se pronunciou

O guarda municipal Maikon Douglas Braga, de 24 anos, está detido em uma das celas da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (Derf) em Campo Grande. Ele foi detido em flagrante com Gledson Gilmar Borges, 33 anos, após realizarem uma série de assaltos na região do bairro Amambaí neste fim de semana.

De acordo com a comunicação da Polícia Civil, Maikon não tem nenhuma passagem registrada em seu nome por qualquer tipo de crime. Ele aparece somente aparece nos boletins como comunicante ou testemunha. Como foi detido em flagrante, o homem continua preso.

Segundo a polícia a dupla vinha fazendo um verdadeiro ‘arrastão’ a bordo de uma moto CB 300, assaltando um casal na Rua Brilhante e tentando roubar uma caminhonete, fazendo uma família refém na Rua Coronel Camisão.

Neste último assalto, a dupla, com um revólver calibre 32, abordou o proprietário da caminhonete, de 67 anos, obrigando-o a entrar na casa. Já no imóvel, foram rendidos a mulher dele e o filho do casal.

Quando os bandidos estavam em plena operação, preparando-se para sair com a caminhonete, um vizinho passou pela frente da casa, estranhou o movimento e tentou acionar a polícia. “Liguei para o 190 por várias vezes e chamava até cair a ligação. Depois recorri a um policial amigo meu que acionou as viaturas e em pouco tempo a rua estava coalhada de policiais”, afirmou a testemunha.

Com a chegada da polícia a dupla tentou fugir saltando o muro e ao subir em um telhado, este não suportou o peso e os dois caíram dentro de uma residência na Rua 26 de Agosto.

 O guarda municipal foi preso dentro da residência enquanto o comparsa ainda conseguiu sair da casa e refugiou-se em uma igreja evangélica das proximidades, sendo também capturado logo depois.

Jornal Midiamax