Polícia

Grupo é autuado pela Polícia Ambiental por pesca subaquática ilegalmente no Rio Sucuriú

Um grupo de quatro homens foi autuado em uma operação desencadeada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) de Três Lagoas. A ação foi realizada na noite de quinta-feira (11), no Rio Sucuriú para combater e prevenir a pesca predatória e prenderam quatro pessoas por praticar pesca subaquática ilegalmente. Dois infratores, residentes na cidade paulista de Andradina, […]

Arquivo Publicado em 12/09/2014, às 15h21

None
1761627529.jpg

Um grupo de quatro homens foi autuado em uma operação desencadeada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) de Três Lagoas. A ação foi realizada na noite de quinta-feira (11), no Rio Sucuriú para combater e prevenir a pesca predatória e prenderam quatro pessoas por praticar pesca subaquática ilegalmente.


Dois infratores, residentes na cidade paulista de Andradina, estavam em uma embarcação, nas proximidades do Balneário Público, localizado a 12 quilômetros da cidade e pescavam com os arpões e com aparelhos luminosos, que não são permitidos na pesca subaquática.


Foram apreendidos todo o material de mergulho, os arpões, um motor de popa, um barco e 12 quilos de pescado.  Cada pescador foi multado em R$ 1.560,00. Eles responderão por crime ambiental de pesca predatória e podem pegar pena de um a três anos de detenção.


Próximo desse local, a equipe prendeu mais dois pescadores, residentes em Três Lagoas, pelo mesmo motivo, em outra embarcação. Com eles foram apreendidos o material de mergulho,  arpões , um motor de popa, um barco e uma caixa de isopor com 1 quilo de pescado .


Cada pescador foi multado em R$ 1.520,00. Eles responderão por crime ambiental de pesca predatória e podem pegar pena de um a três anos de detenção.

Jornal Midiamax