Polícia

Executado com tatuagem de matador de policiais tem passagem e era foragido

O jovem Ariel Fernando Garcia Lima Teixeira, 22 anos, encontrado morto no último dia 13, na Chácara dos Poderes, em Campo Grande, tem várias passagens na polícia e é foragido da Colônia Penal da Gameleira, na Capital. O jovem foi executado com seis tiros, e pelas marcas no corpo, teria sido agredido antes. De acordo […]

Arquivo Publicado em 24/02/2014, às 13h57

None

O jovem Ariel Fernando Garcia Lima Teixeira, 22 anos, encontrado morto no último dia 13, na Chácara dos Poderes, em Campo Grande, tem várias passagens na polícia e é foragido da Colônia Penal da Gameleira, na Capital. O jovem foi executado com seis tiros, e pelas marcas no corpo, teria sido agredido antes.

De acordo com a comunicação da polícia o jovem tem duas passagens  por roubo e uma por furto qualificado. Ele foi admitido na Colônia Penal em setembro do ano passado e fugiu da instituição no dia 19 de dezembro.

De acordo com o delegado Fábio Anderson Sampaio, da 3ª DP de Campo Grande, a polícia trabalha com mais de uma linha de investigação para o esclarecimento do caso.

Tatuagens

Ariel tinha várias tatuagens espalhadas pelo corpo. A que mais chamou a atenção da polícia, foi uma com a inscrição “Rose”, que pode ser da mulher ou mesmo mãe.

As outras são várias frases e ainda a figura de um palhaço com uma arma, que na linguagem dos presídios representa a execução de policiais.

Jornal Midiamax