Polícia

Em falso registro homem diz que polícia cobrou R$ 500 para fazer boletim de ocorrência

Um homem de 32 anos, fez um falso boletim de ocorrência informando que policiais civis teriam cobrado um valor de R$ 500 para a realização de um B.O. de furto de um veículo na cidade de Dourados (225 km de Campo Grande). Consta no boletim de ocorrência, que o autor é acusado de ter feito […]

Arquivo Publicado em 28/04/2014, às 21h27

None

Um homem de 32 anos, fez um falso boletim de ocorrência informando que policiais civis teriam cobrado um valor de R$ 500 para a realização de um B.O. de furto de um veículo na cidade de Dourados (225 km de Campo Grande).

Consta no boletim de ocorrência, que o autor é acusado de ter feito o B.O. pelo furto do veículo e outro fraudulento por falsa comunicação de crime ou de contravenção. O objetivo do autor seria o de ser ressarcido pelo dono do veículo furtado, pelo fato do mesmo ter feito o registro.

Ele chegou a ligar ao dono do veículo na qual falou que fez o boletim de ocorrência e deveria ser ressarcido. Por conta do crime, foi feito um boletim de ocorrência por calúnia, contra funcionário público, em razão de suas funções.

Jornal Midiamax