Polícia

Depois de trocar tiros com a polícia dois suspeitos foram presos em Três Lagoas

Dois homem suspeitos de trocar tiros com a polícia foram  presos hoje em Três Lagoas e acabam confessando os crimes de assalto.Os  homens são do nordeste do Brasil, sendo um natural de Pernambuco e outro da Bahia. Mais de 20 policiais realizaram a perseguição e conseguiram êxito nas duas prisões, faltando apenas encontrar um suspeito.  […]

Arquivo Publicado em 19/02/2014, às 19h21

None
23245910.jpg

Dois homem suspeitos de trocar tiros com a polícia foram  presos hoje em Três Lagoas e acabam confessando os crimes de assalto.Os  homens são do nordeste do Brasil, sendo um natural de Pernambuco e outro da Bahia. Mais de 20 policiais realizaram a perseguição e conseguiram êxito nas duas prisões, faltando apenas encontrar um suspeito. 

Um dos acusados disse à polícia que na noite de terça-feira o trio estava na cidade de Selvíria- MS e tentou assaltar um caminhão que estaria em posse de um malote de dinheiro, porém, não conseguiu e acabou disparando tiros contra o veículo.

Após o ocorrido novamente os assaltantes vieram a disparar contra outro caminhoneiro, pois não conseguiram efetuar o roubo. O indivíduo também confessou que nesta manhã tentou cometer o mesmo delito em um sitiante do Alto Sucuriú.

Os dois alegaram aos policiais que só tentaram cometer os crimes pois queriam dinheiro para voltar para os estados de origem, faz um ano que a dupla está em Três Lagoas.

OPERAÇÃO CONJUNTA

A SIG (Setor de Investigações Gerais), ROTAI (Rondas Ostensivas Táticas do Interior) e PRF (Polícia Rodoviária Federal) se mobilizaram e mais de 20 policiais ainda participam da operação.

Houve um momento tenso na perseguição aos bandidos pois os mesmos trocaram tiros com a guarnição, que posteriormente conseguiu localizar e abordar a dupla.

Um deles jogou uma mochila contendo um revólver calibre 38 e demais objetos. Um assaltante ainda está foragido, policiais estão fazendo buscas às margens do Rio Sucuriú e BR-158 para encontrar a terceira pessoa.

Policiais pedem para que moradores da área fiquem atentos e quaisquer informações podem ser transmitidas via 190.

Jornal Midiamax