Polícia

Confirmada a prisão dos suspeitos de emboscada que matou policial da Derf e feriu outro

De acordo com o delegado da Polícia Civil  e diretor doDepartamento de Polícia do Interior (DPI)Ivan Barreira, já foram detidas as 10 pessoas acusadas de armarem a emboscada que matou o policial civil Dirceu Rodrigues dos Santos, e feriu o seu colega Osmar Ferreira, ambos lotado na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf). O […]

Arquivo Publicado em 29/01/2014, às 12h34

None
1539871979.jpg

De acordo com o delegado da Polícia Civil  e diretor doDepartamento de Polícia do Interior (DPI)Ivan Barreira, já foram detidas as 10 pessoas acusadas de armarem a emboscada que matou o policial civil Dirceu Rodrigues dos Santos, e feriu o seu colega Osmar Ferreira, ambos lotado na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf).


O delegado também confirmou que a corrente avaliada em R$ 80 mil, que seria o motivo das investigações também foi recuperada. “Os presos estão sendo ouvidos pelos agentes e outras informações serão divulgadas à tarde. A partir de agora, tudo que for dito será especulação”, disse o delegado.


Especulações


De acordo com algumas informações uma travesti teria reconhecido os policiais e feito os disparos que mataram Dirceu. A última pessoa que foi detida foi uma mulher com os cabelos vermelhos.


O caso


De acordo com a polícia, os agentes tinham a informação de onde a joia estaria em uma casa e foram até o local. Lá, eles foram surpreendidos por essas 10 pessoas, que armaram uma emboscada. O assassinato aconteceu na Rua dos Topógrafos, Bairro Campo Nobre, em Campo Grande.


Como tinha entrado na casa, Osmar foi agredido fisicamente. Em um determinado momento, um dos bandidos saiu da casa e alvejou o Dirceu com três tiros, na testa, na nuca e na barriga.

Jornal Midiamax