Polícia

Avessa à Justiça Comum, Fifa pede esclarecimentos à CBF sobre o “Caso Lusa”

A Fifa já está de olho. Nesta terça-feira, a entidade máxima do futebol mundial enviou um ofício à CBF pedindo esclarecimentos sobre o que está acontecendo no caso que envolve a Portuguesa de Desportos. O vice jurídico da entidade, Carlos Eugênio Lopes, já respondeu o ofício e informou que torcedores da Lusa estão entrando na […]

Arquivo Publicado em 29/01/2014, às 17h31

None

A Fifa já está de olho. Nesta terça-feira, a entidade máxima do futebol mundial enviou um ofício à CBF pedindo esclarecimentos sobre o que está acontecendo no caso que envolve a Portuguesa de Desportos. O vice jurídico da entidade, Carlos Eugênio Lopes, já respondeu o ofício e informou que torcedores da Lusa estão entrando na Justiça Comum para derrubar a decisão do STJD de tirar quatro pontos do clube, o que determina o rebaixamento para a Série B.

A informação foi dada nesta quarta-feira pelo advogado Carlos Miguel Aidar, que representa a CBF na questão. “Vocês sabem como a Fifa tem esta ojeriza, esta aversão gigantesca ao ver a Justiça Comum interferindo na Justiça Desportiva”, disse Aidar no programa Bola Dividida, da Rede TV. A Federação Internacional pode punir com suspensão e até desfiliação da confederação do país onde isto acontece.

Tudo isso, há menos de quatro meses para o início da Copa do Mundo no Brasil.

Aidar, que é candidato a presidente do São Paulo em abril, tem um escirtório de advocia que representa a CBF e vem tentando cassar as liminares já concedidas aos torcedores da Lusa. E revelou: “Ontem (terça), apareceu mais uma ação, desta vez na Justiça Federal em Belo Horizonte”. No entanto, enquanto tenta ainda cassar duas liminares em vigor (favoráveis à Portuguesa), Aidar diz que a Justiça Federal não tem competência para julgar o caso.

Jornal Midiamax